Skip to content

Reporte de sessão – Old Dragon: A Catacumba do Necromante

by em 18/01/2012

Essa foi a segunda aventura da minha campanha de Old Dragon com a minha mesa. Como a primeira aventura foi pro limbo com o blog antigo, farei um pequeno resumo. Usei uma das três aventuras do suplemento Que as Aventuras Comecem, para Old Dragon.

Previously…

A primeira aventura do grupo – composto pelos fiéis escudeiros Helder “Hell”, Lucan “Barba” e Samuel “Finrod” – foi a aventura do Old Dragon Day, A Árvore Morta dos Kobolds Infernais. Os aventureiros são contratados por um clérigo para investigar o estranho desaparecimento de algumas crianças, numa cidade vizinha, onde sua irmã, também clériga, se encontra. Os heróis descobrem uma árvora morta que serve de entrada para o esconderijo dos kobolds que estão raptando as crianças.

Os personagens matam meio mundo de kobolds e mais um meio-kobold-meio-demônio, lider do bando. Minha mesa, que só jogava D&D 3.5, pegou rápido o espírito Old School, fazendo várias manobras memoráveis. Uma passagem digna de nota foi quando o Lucan, que interpretava um anão, ao ouvir a descrição de uma estátua que era um anão obeso com as pernas tortas e uma expressão cruel com a boca aberta como se estivesse gritando, solta essa: “O que a minha mulher está fazendo aqui?”. Aventura de umas duas horas, com um bom dungeon crawl e chances pra boas estratégias. Ótima pra se mestrar em um evento.

O final boss da aventura anterior

A Aventura

Utilizei a aventura A Tumba do Necromante, que saiu no suplemento Que as Aventuras Comecem, que possui três aventuras curtas, ideal para iniciantes, e boa para não-iniciantes também. Dei uma adaptada, e ficou perfeita. A sessão durou umas duas horas. A aventura também é perfeita para ser mestrada em eventos. Os personagens (os mesmos da aventura passada) eu usei os prontos que o Tio Nitro postou no blog dele uma vez (adaptados para nível 1, e com umas modificaçõezinhas). Como o tempo é pouco e a vontade de jogar é muita, ando aproveitando bons materiais prontos da internet e de revistas.

Assim que voltam da missão que envolvia os kobolds e as crianças raptadas, os heróis são contratados por um habitante da pequena cidade onde estão para recuperar uma relíquia de família que está na catacumba dos seus ancestrais. O cara tem medo de ir ele mesmo pois há um boato de que um necromante tomou posse do lugar.

O Atormentado, morto-vivo que os jogadores enfrentaram

A Sessão

Desde que eu conheci o Old Dragon, me apaixonei por esse lance de old school. E os jogadores incorporaram muito bem esses conceitos na mesa de jogo. Detalhe para o Samuel, que estava inspirado. Ele teve uma ótima sacada para examinar um pedestal de pedra, que envolvia olhar como os musgos cresciam, e também teve a ideia de fincar uma picareta no pé de um morto vivo para ele não poder andar. Os caras estão superando as expectativas. A aventura era dungeon crawler, mas houveram uns bons momentos de investigação. Nem ando sentindo falta das perícias! E o enigma das runas no teto (que o Helder desvendou), simples, mas excelente!

Os personagens invadiram a catacumba e descobriram que a história do necromante não passava de balela. Na verdade uns ladrões descobriram uns veios de prata nas profundidade da catacumba e se apossaram dela, espalhando a história do necromante. Uma passagem que vale ser lembrada, foi quando fui narrar que os jogadores ouviram um barulho (eu imitei um urro de um morto vivo), e o Lucan (sempre ele, rs), que joga com o anão, diz “sabia que eu devia ter almoçado antes de vir”. Eu também comecei a usar as regras de críticos em combates. Samuel teve duas adagas quebradas e o Lucan teve um lado do machado dele cego. Tá pensando que old school é moleza?

A campanha de Old Dragon está muito maneira. Mal posso esperar pela próxima sessão. Não estou dizendo que irei abandonar o D&D, mas dá pra sentir a simplicidade do sistema quando vou preparar/adaptar alguma aventura, principalmente na hora de fazer fichas dos monstros ou NPC’s. A simplicidade do dragão véio me encanta.

É isso. Em breve tem mais.

Anúncios

From → Old Dragon, Reporte

One Comment

Trackbacks & Pingbacks

  1. Reporte de Sessão – Old Dragon: A Praga Escarlate «

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: