Skip to content

Reporte de sessão: Aventura de Call of Cthulhu com o sistema Mundo das Trevas

by em 08/01/2012

Ontem, sábado, eu narrei uma aventura de Call of Cthulhu usando sistema Mundo das Trevas (World of Darkness). A aventura, Lethal Legacy, foi publicado no suplemento Cthulhu Last Rites. A versão que eu usei foi uma adaptação feita pelo Tio Nitro.

A Mesa

Pois bem. A mesa foi composta por mim, como mestre; Lucan, companheiro RPGista de longa data; e os novatos da arte do role playing game May (namorada do Lucan) e Lukinhas, brother nosso. A May e o Lukinhas nunca tiveram contato com o RPG, mas sempre viram eu e o Lucan falando disso. Resolvi convidá-los para rolar uma aventura de WoD. Deixei quatro fichas prontas para que cada um escolhesse. Expliquei que o fundamento do jogo era a interação com a história apresentada pelo mestre, e a única coisa que eles precisariam era de imaginação.

A explicação do sistema foi bem simples. Quando terminei, eles até disseram  “Só isso? É mais fácil que War!”. Expliquei o conceito de testes (combinar Atributo e Habilidade), cada bolinha preenchida era um dado, etc. Expliquei os pontos de vida, dando como exemplo as barrinhas de vida de personagens de jogos de luta. As regras do sistema são bem simples, e os jogadores entenderam rapidinho, então o jogo rolou bem tranquilo.

Como era uma aventura de Cthulhu, usei as house rules do Tio Nitro para perda e testes de sanidade. O lance de roll over confundiu um pouquinho no começo, mas depois fluiu bem.

A Aventura

A aventura era um misto de CSI com Call of Cthulhu. Os jogadores encarnavam investigadores forenses e detetives num caso que envolvia o roubo de uma múmia e o assassinato estranho de dois guardas do museu. No decorrer da aventura os personagens vão se deparando com situações estranhas, como uma criatura composta da coluna vertebral de um dos corpos dos guardas. O ápice se dá quando os três personagens estão cercados por um Andarilho Dimensional (um monstrão que pode atingir 20 metros!!!) tentando proteger uma família. Véi, aventuras de Cthulhu ruleiam!!! Horror na veia!

O final boss, o Andarilho Dimensional

A sessão

Os jogadores nem pareciam ser marinheiros de primeira viagem. Interagiram com os NPC’s, coletaram e analisaram as pistas da melhor maneira possível e fizeram excelentes deduções. Na batalha final, mandaram muito bem. Só na shotgun e nas pistolas, quase mataram o final boss. Acabaram salvando a vida de alguns membros da família (o pai foi partido ao meio pelo monstro, os outros piraram na batatinha).

Como era uma aventura de Cthulhu, os personagens que sobreviveram não poderiam sair ilesos (mentalmente). O personagem do Lucan desenvolveu uma sede por coisas obscuras e passou a se envolver com ocultismo; o da May desenvolveu epilepsia e o do Lukinhas uma esquizofrenia braba.

A sessão ainda contou com a OST de Silent Hill 1, 2 e 3. Ao final da sessão os jogadores disseram que curtiram a sessão e que gostariam de jogar mais vezes. Então aguardem mais reportes futuramente.

 

Fotos da sessão (by Lukinhas)

Eu improvisando com um escudo de Old Dragon

Bruno Cobblepot, personagem do Lukinhas

Os d10 característicos do sistema WoD. Um d12 Robert ao fundo.

Eu olhando pra ver se o Lucan não ia roubar

 

Foi bacon \o

Anúncios

From → Reporte

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: